ENGENHARIA FILOSÓFICA

Twitter: @jonatasdlima

Momento de orar pelo Brasil e pelos brasileiros

brasil espaço

Brasil visto do espaço

Em 1992, eu havia recém-ingressado no curso de jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina. O assunto que dominou a imprensa naquele ano foi o primeiro impeachment de um presidente brasileiro, Fernando Collor de Mello, o “caçador de marajás” que prometia limpar o Brasil da corrupção. Um dos líderes das manifestações contra o presidente da República que era, ele mesmo, um “marajá” lá das Alagoas, foi o então presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Lindberg Farias. Com 23 anos na época, Farias se uniu a milhares de outros jovens e foi para as ruas protestar de cara pintada. Recém-convertido, confesso que tive vontade de também pintar a cara de verde e amarelo, ir para as ruas e gritar contra o Collor, os corruptos, os políticos indignos do nosso voto. Mas pensei melhor e não fui. Na verdade, o que vi depois foi um monte de jovens fazendo festa, como se aquilo fosse um grande carnaval de rua. E vi políticos oportunistas instrumentalizando a situação.

Vinte e três anos depois, ao ver a foto abaixo, me sinto ainda mais aliviado de não ter participado daquela palhaçada que não colocou o Brasil nos eixos. Farias e Collor estão novamente sob os holofotes, no palco da política nacional; mas, desta vez, do mesmo lado, citados na lista de Janot. Os dois nobres senadores serão investigados pelo Supremo Tribunal Federal na Operação Lava Jato. É mole? Como confiar nessa “raça”? É como diz a Bíblia: “Maldito é o homem que confia nos homens” (Jr 17:5). Nada mais certo. Muitos amigos meus, com seu pensamento esquerdista alimentado ou adquirido nas salas de aula, confiaram no PT, no Lula, e veja só o que deu. Políticos roubaram antes do PT? Desviaram desavergonhadamente verba que seria usada para prover merenda para crianças pobres em escolas precárias? Puseram a mão em verba oriunda dos impostos abusivos cobrados do povo? Sim, é claro que sim. Infelizmente. Mas um partido que pregava a moralização da política e que esbravejava contra os corruptos de colarinho branco não poderia ter seguido o mesmo caminho.

O poder concedido a pessoas não convertidas e amorais as destrói – e destrói os sonhos daqueles que confiam nelas, esquecendo-se de que elas são apenas seres humanos falhos, pecadores e corruptíveis. Farias e Collor e Lula e Dilma e Aécio e FHC e muitos outros são farinha do mesmo saco. Pensam mais em si, em seu futuro, em sua conta bancária, nos interesses de seu partido, em seu projeto de poder do que na situação de milhões de brasileiros que trabalham horas a fio em busca de esperança e de alguma dignidade – a mesma dignidade que não veem em seus representantes políticos.

lindberg-collor

O dia 15 de março vem aí. Mais uma vez é possível que milhões de brasileiros vão para as ruas protestar contra os desmandos dos governantes. A popularidade de Dilma chegou a uma casa decimal. O dólar e o preço dos combustíveis subiram. A decepção e a apreensão podem ser vistas no rosto de muitas pessoas. O caos pode se instalar, com baderneiros oportunistas soltos por aí. A instabilidade política pode se acentuar. Um eventual novoimpeachment poderia ser até mais desastroso do que a permanência da presidente no poder, mas com um claro recado das ruas no sentido de que coloque ordem na casa. A volta do militarismo é ideia de gente que não conhece a história e que gosta de flertar com o perigo. Quanto aos cristãos que levam a sério a Palavra de Deus, deveriam reler com atenção Romanos capítulo 13.

A melhor maneira de melhorar este país é sendo honestos e cumpridores do dever em nossa esfera. Votar com consciência e cobrar dos nossos representantes um comportamento digno (quando nós mesmos nos comportamos assim) é nosso direito e nosso dever. Mas que tudo seja feito de maneira ordeira e por vias democráticas.

É hora de os cristãos e os brasileiros de fé se unirem para orar pelos rumos deste país. Precisamos reconhecer que Deus e Seu plano de redenção são a única solução para este mundo que agoniza. O resto são apenas paliativos.

Michelson Borges, via Criacionismo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 13 de março de 2015 por em Vida Cristã e marcado , .
Momento Bíblia Anotada

Este blog apresenta dicas de anotações interessantes na Bíblia.

SÉTIMO DIA

Um Blog Adventista com Assuntos Contemporâneos

LER PRA CRER

"Um livro pode ser nosso sem nos pertencer. Só um livro lido nos pertence realmente." Eno T. Wanke

%d blogueiros gostam disto: